terça-feira, 20 de setembro de 2016

Dicas para uma dieta detox



Olá pessoal!

Dietas detox servem para desintoxicar o organismo, mas auxiliam no emagrecimento. Esse é um ponto positivo e animador não é??
Então quem sabe aderir a essas dietas para lhe ajudar??
Abaixo seguem algumas dicas para fazer uma boa dieta detox, veja:





Dicas fáceis, não é? Basta ter disciplina e disposição para fazer!!
Façam e contem para mim como foi!
Bjos

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Sanduíche do conde




Olá gente!!

Eu adoro fazer esse sanduíche quente, acho uma boa pedida para um lanche entre amigos.
Fica a dica para você fazer com seus amigos e familiares.
Você pode variar bastante os ingredientes, evitando fazer sempre o mesmo.

Sanduíche do conde

Ingredientes:

1 litro de leite
1 pacote de sopa de cebola
pão de forma
tomate em rodelas
peito de peru/presunto/frango desfiado
milho (opcional)
requeijão
queijo mussarela
orégano

Modo de preparo:



Ferver o leite com a sopa de cebola. Usar esse creme ainda quente fazendo camadas com o pão, colocando numa forma refratária devidamente untada. Faça camadas de pão com o molho, queijo, requeijão, escolha um recheio que você gosta como presunto, frango, lombo, coloque tomate em rodelas, orégano. Finalize com queijo e leve para gratinar no forno por 20 a 30 minutos.

Não deixe de seguir o IG @cozinhadaestela

Beijos e até a próxima!





segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Plano detox da Rosi Feliciano




  

A dieta detox é uma combinação perfeita de alimentos saudáveis que limpam o corpo, promovem emagrecimento e o controle de peso.

7 escolhas detox e emagrecedoras da Rosi Feliciano

Muitas pessoas não sabem mas seu corpo tem a qualidade de se desintoxicar sozinho, o problema é quando o corpo está bombardeado com toxinas que acumulam tornando difícil o processo.
As pessoas passam a sentir dor de cabeça, dormem mal, tem: pele, cabelo e unhas de baixa qualidade, sentem-se doentes e com dificuldade em perder peso.
Se esconder das toxinas completamente é impossível nos dias de hoje, porque estamos rodeados de agentes tóxicos, o ar que respiramos, trânsito, fumaça, produtos químicos de beleza, limpeza, alimentares e outros.

O que podemos fazer é evitar o excesso de poluentes e limpar o corpo com alimentos desintoxicantes.
Uma famosa dieta de desintoxicação é o Plano Detox Acesse Agora apresentado pela Rosi Feliciano, esse método foi elaborado através de estudos e pesquisas com pessoas que emagreceram, feito em um curto espaço de tempo e diversos alimentos sugeridos por nutricionistas como alimentos naturais e desintoxicantes.

O Plano Desintoxicante e Emagrecedor da Rosi Feliciano, o Plano Detox, é um processo melhorado de desintoxicação e redução de peso, com receitas fáceis, alimentos baratos e fáceis de encontrar em toda região do Brasil.

Segue abaixo algumas dicas da Rosi Feliciano para escolhas alimentares importantes para você não ficar intoxicada.



1) Escolha massas e pães

Troque arroz integral branco e grãos integrais por pães e massas.
Diminua a quantidade de massas mesmo que integrais, assim você melhora o fluxo intestinal e a ingestão de glúten da alimentação.
Quando um grão inteiro é processado, ele está despojado de fibra e preciosas fitoquímicos que aumentam a imunidade e ajudam a prevenir doenças.
Os cereais integrais são os carboidratos bons, especialmente para mulheres grávidas.

A fibra que eles fornecem sustenta sua energia mais do que grãos refinados e ajuda a prevenir a constipação, um problema comum durante a gravidez.
Isso quer dizer que você comendo alimentos integrais, vai ingerir mais fibra melhorando o funcionamento do intestino e ainda vai ficar mais saciada do que comendo os alimentos brancos (farinha e arroz).
De uma força ainda maior na aquisição das fibras comendo nozes, amêndoas, castanha do Pará, amendoim, feijão, ervilhas, abacaxi, laranja, vegetais verdes escuros e outros.

2) Alimentos Orgânicos

Opte também por vegetais orgânicos quando puder, apesar do produto orgânico ser muitas vezes mais caro.
Vários estudos mostram que se você comer produtos orgânicos, você tem baixos níveis de pesticidas no seu sangue.

Por causa de uma única janela de desenvolvimento de vulnerabilidade, a exposição fetal e a infância de muitos contaminantes químicos é mais perigoso do que a exposição quando se está mais velho.
Evitando pesticidas neurotóxicos é obviamente uma coisa boa para um cérebro em crescimento, se tratando de um feto ou uma criança.
Se você não consegue encontrar ou comprar os alimentos orgânicos, certifique-se de lavar o produto bem.
Igualmente essencial é encher o seu carrinho do supermercado com produtos de variadas cores.

Frutas e legumes contêm nutrientes importantes para o desenvolvimento fetal adequada, tais como cálcio, fibras e ferro.
Cada cor oferece diferentes nutrientes e propriedades protetoras.
Quanto mais profunda a cor, mais nutriente você vai adquirir.

Por exemplo, batatas-doces e pêssegos amarelos fornecem mais carotenóides uma classe de fitoquímicos que é vital para o desenvolvimento fetal do que pêssegos brancos ou batatas.
Alface verde tem mais vitamina C e ácido fólico (que protege contra defeitos no tubo neural, como espinha bífida) do que a alface iceberg, seu primo mais pálido.

3) Fuja do sódio e sal

A ingestão de sódio através do sal e produtos industrializados são os grandes agentes da retenção de água no corpo.
Isso faz você ficar inchada e com dificuldade em perder peso.
Para algumas mulheres, a ingestão de alta de sódio pode levar a potenciais complicações na gravidez, terceira idade, obesidade como pressão arterial elevada.

Alimentos ricos em sódio são geralmente os industrializados, embutidos e processados: temperos prontos, pipoca de caixinha, salgadinhos, bolachas,  sopas enlatadas, refeições congeladas, pratos de grãos em caixas, sucos de lata ou caixinha, mussarela, presunto, apresuntado, linguiça, salsicha, lombo defumado e outros.
Os alimentos industrializados ​​são mais elevados em sódio nos ingredientes que você não quer como gordura, açúcar, sal e calorias - e menor em nutrientes e vitaminas importantes.

4) Evite os alimentos feitos com aditivos químicos

Embora a maioria dos aditivos alimentares químicos (como cores e sabores artificiais e açúcares refinados) é acreditada para ser seguro o ser humano, por que arriscar?
Alimentos feitos com produtos químicos não são normalmente as suas escolhas mais nutritivas ou saudáveis.

Os adoçantes artificiais, por exemplo, são aprovados pela Food and Drug Administration dos Estados Unidos, mas alguns especialistas em nutrição aconselham para ficar longe deles.
Se você não pode cortar então diminua a quantidade e adoce com mel.
Eles acreditam que não só são aditivos químicos perigosos para sua saúde, eles também podem causar problemas de estômago, enxaqueca e insônia em adultos.


5) Cuidado com a carne que você come

A proteína é carne ou seus derivados, quer dizer que é o bloco de construção de tudo no corpo, a partir do DNA de neurotransmissores (substâncias químicas do cérebro) para o músculo você precisa de uma variedade de alimentos ricos em proteínas.
Comer muita carne sem saber a procedência é um risco a saúde. use a quantidade dos alimentos apenas o suficiente para nutrir-se.

Uma boa fonte é a carne sem hormônios.
O uso de hormônios anabólicos é suposto ser cuidadosamente regulado, mas, na verdade, esses regulamentos não são sempre seguidos.
Há relatos de hormônios residuais mensuráveis ​​na carne;
Você também pode obter proteína de feijão, nozes, grãos, legumes e produtos de soja.

Se você não come carne vermelha uma das melhores fontes de ferro, certifique-se de consumir outros alimentos ricos em ferro, como cereais enriquecidos com ferro, damascos secos e figos, melaço e quinoa.

6) Cuidado com o peixe

Peixes contêm ácidos graxos ômega-3, um nutriente importante para todos e saúde do sistema imunológico e o desenvolvimento do cérebro.
Mas muitos peixes estão contaminados com mercúrio, compostos industriais tóxicos (como PCB) e os pesticidas, substâncias que podem causar problemas que vão desde cérebro e danos ao sistema nervoso ao câncer.
Se você não comer peixe, você pode obter ômega-3 a partir de nozes e semente de linhaça moída; polvilhe-os com cereais ou iogurte.

7) Água

A água é o alimento mais importante para fazer a desintoxicação do corpo e essencial em qualquer programa de emagrecimento.
Então não espere ficar com sede para beber água, hidrate-se o dia todo.

As mulheres grávidas ou em perda de peso devem beber 3 litros de água por dia (equivalente a cerca de 13 copos), de acordo com o Instituto de Medicina da National Academies. Uma organização sem fins lucrativos com sede em Washington, que dá conselhos com base científica sobre a saúde e outros tópicos.

Mas de onde a água vem importa?

Para o Natural Resources Defense Council, uma organização de ação ambiental sem fins lucrativos,  não há garantia de que a água engarrafada é mais limpa do que a de torneira.
Para investigar o que está na água da torneira em sua área, entre em contato com o departamento de saúde local de sua cidade.

O que é essencial é que você opte por água na maior parte do tempo.
Embora o suco possa ser uma excelente fonte de ácido fólico, também é rico em açúcar e são desprovidos de fibra.

Ao beber o suco, evite aqueles adoçados com açúcar ou xarope de milho (calorias vazias); escolha suco 100% de fruta.


terça-feira, 30 de agosto de 2016

Cintos e fivelas - Como incluir esses acessórios no seu look






Cintos e fivelas - como adicionar esses acessórios no look?

Os acessórios são fortes aliados na moda e servem para valorizar o visual, complementado o estilo, de modo que sem eles não é a mesma coisa. A grande questão que gera algumas dúvidas é em relação ao modelo de cintos e fivelas mais indicados para melhor combinar com o que estiver vestindo.

É interessante pensar no cinto como parte do traje, claro que em algumas peças ou, dependendo para onde vai ou qual o momento, o uso do cinto pode ser dispensado, mas pensando em fazer com que o look seja perfeito, saber escolher o cinto e a fivela que combine bem com certeza é um ponto a mais no resultado do que estiver vestindo como um todo.



Cintos e fivelas são verdadeiros aliados femininos, e também para os homens em diversas ocasiões, sendo um ótimo acessório para eles, elemento importante em muitos visuais. Mas para as mulheres o cinto é um toque a mais, um acessório com a responsabilidade de somar, valorizar o traje.



Com o passar do tempo o cinto deixou de ser visto apenas como uma peça auxiliar para segurar a calça, no início muito mais usado pelos homens, hoje em dia as mulheres podem ousar e abusar. O cinto, além de ajudar a acentuar a cintura, pode ganhar destaque com as fivelas.

Um os modelos mais sofisticados de cinto é o fino, que cai bem com quase todos os trajes, perfeito para criar volume quando se está usando vestido, seja ele de tecido ou malha, marcando a região da cintura. O cinto fino pode ser usado com uma ou até três voltas, por ser fino, o ideal é que a fivela seja discreta.



Cinto de metal largo ou fino pode ser uma ótima experiência, mas é necessário ter um pouco de cautela quanto à fivela, por ser um acessório que ganha destaque por si só. Não é preciso que a fivela fique tão evidente, pode ser em formato de gancho ou um material também de metal sem pedrarias para evitar muita informação no mesmo espaço.

Cinto largo de couro tradicional ou colorido é muito bonito e pode ser usado tanto com saias como vestidos e também com calça, porém para mulheres que tem seios com mais volume, não é muito indicado por chamar mais atenção para essa região do corpo, se a ideia for disfarçar então essa não é a opção mais apropriada.
     
      

Fivela com pedraria em cinto de tecido. Essa é uma fivela que pode ser usada fazendo um lenço como cinto amarrando para trás para usar com a fivela com pedraria, lembrando que nesse caso, dispense lenço ou tecido com estampas.